Carrinho  
(0) / 0,00€
 
 
 
 
 
  Notícias » Mudança de legislação. Objectivo: SALVAR VIDAS!
 
18 de Outubro de 2012

Entrou em vigor, no passado mês de Agosto, o Decreto-Lei n.º 184/2012 que define todos os locais de acesso público onde é obrigatória a instalação de equipamentos de DAE (desfibrilhadores automáticos externos):• Aeroportos e portos comerciais;
• Estações ferroviárias, de metro e de camionagem com fluxo médio diário superior a 10.000 passageiros;
• Recintos desportivos, de lazer e de recreio com lotação superior a 5.000 pessoas;
• Estabelecimentos de comércio a retalho, isoladamente considerados ou inseridos em conjuntos comerciais, que tenham uma área de venda igual ou superior a 2.000 m2;
• Conjuntos comerciais que tenham uma área bruta locável igual ou superior a 8.000 m2.
 
Mas estes dispositivos fazem a diferença?
Segundo uma notícia publicada pelo INEM,nos primeiros sete meses de 2012, o INEM contabilizou 241 utilizações de Desfibrilhadores Automáticos Externos por tripulações de ambulâncias de emergência em que o aparelho recomendou a aplicação de choque elétrico.
Estas utilizações traduziram-se em 17 vidas que foram salvas no local da ocorrência, ou seja, casos em que existiu uma recuperação de sinais externos de circulação sanguínea - como seja falar, mexer-se ou respirar - e ainda mais 50 cujo coração recuperou a sua atividade elétrica, com maior potencial de recuperação completa de circulação.
No casos em que foi aplicado choque elétrico, 170 foram assistidos por ambulâncias afetas a corporações de bombeiros. Já ambulâncias operadas diretamente pelo INEM aplicaram o choque elétrico por 71 vezes.
 
A utilização destes dispositivos poderá SALVAR VIDAS, mesmo em locais em que a sua instalação não é obrigatória! É igualmente VITAL a formação adequada para uma correta e segura utilização dos DAE!
Poderá adquirir o dispositivo aqui! Contacte-nos para informações sobre formação!  
Partilhar
‹‹ voltar